Novena  de  Nossa  Senhora  do  Perpetuo  Socorro

 

                                                                    

 

                                              

NAS TUAS MÃOS MARIA . . .

 


 
Nas tuas mãos Maria, mãos que tocaram Jesus... Nas tuas mãos de Mãe, mãos que afagaram a luz; nessas mãos eu confiarei. Nas tuas mãos de mãe, quem soube cuidar de Jesus, saberá me ajudar a encontrar a luz. Nas tuas mãos Maria, serenas e santas mãos... Naquelas mãos de mãe, sempre servindo os irmãos; nessas mãos eu confiarei. Nas tuas mãos de Mãe, quem souber mostrar a luz, saberá me ajudar a seguir Jesus. Nas tuas mãos Maria, que receberam Jesus... Nas tuas mãos de Mãe, Quando o desceram da cruz; nessas mãos eu confiarei. Nas tuas mãos de mãe, quem souber sofrer com Jesus, saberá me ajudar a levar a cruz...
 

Dom Helder  Câmara
 

 

Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

Toda essa história de devoção à Nossa Senhora do Perpétuo Socorro começou em outro país e há muitos anos. Foi com o nome de “Mãe do Perpétuo Socorro” que o Papa Pio IX quis que os Redentoristas tornassem conhecido esse ícone de Nossa Senhora. Uma tradição do séc. XVI conta que um comerciante da Ilha de Creta (Grécia) roubou de uma igreja, um quadro da Virgem que fazia muitos prodígios. Escondeu-o no meio da bagagem e embarcou para o Ocidente.

Durante a viagem, desencadeou-se uma terrível tempestade. Mas, graças a Deus e à Virgem, o navio conseguiu chegar ao porto desejado. Um ano depois, o comerciante estava em Roma com o quadro. Ele adoeceu gravemente e procurou acolhida na casa de um amigo. Na hora da morte, contou-lhe o segredo do quadro e pediu que o colocasse em alguma Igreja.

O amigo prometeu. Mas morreu também sem cumprir a promessa, pois sua esposa sempre se recusara a desprender-se do belo quadro. Mais tarde, a Santíssima Virgem apareceu para uma menina de seis anos, filha daquela família romana, com o pedido de que ela avisasse a mãe e o avô que o quadro de Santa Maria do Perpétuo Socorro deveria ser colocado numa igreja dedicada a São Mateus, localizada entre as igrejas de Santa Maria Maior e São João de Latrão. E assim aconteceu.

No entanto, anos depois, veio a guerra e, com ela, a destruição quase total da Igreja e do mosteiro. Em 1798, os Agostinianos, que cuidavam do local, se mudaram para uma Igreja perto dali e levaram o quadro.

Em janeiro de 1855, os Redentoristas compraram em Roma a residência chamada “Villa Caserta”. Seria a casa central de sua congregação missionária, que já estava implantada na Europa Ocidental e na América do Norte. Justamente naquela área encontravam-se as ruínas da Igreja de São Mateus, destruída pela guerra.


Os Redentoristas queriam conhecer tudo o que dizia respeito à sua nova propriedade. Por isso, ficaram muito contentes quando, em 1863, um padre jesuíta perguntou num sermão: Quem sabe onde foi parar um quadro de Maria que “esteve na Igreja de São Mateus na rua Merulana, conhecido como Virgem de São Mateus, e mais propriamente Perpétuo Socorro?”, assim voltou a busca pelo quadro. Depois de algum tempo, o Papa Pio IX determinou que o quadro voltasse para o local desejado na aparição da Santíssima Virgem, e disse ao Superior Geral dos Redentoristas: “Façam-na conhecida no mundo inteiro”.

Oração à  Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

 

Ó Mãe do Perpétuo Socorro, nós vos suplicamos, com toda a força de nosso coração, amparar a cada um de nós em vosso colo materno, nos momentos de insegurança e sofrimento; que o vosso olhar esteja sempre atento para não nos deixar cair em tentação; que em vosso silêncio aprendamos a aquietar nosso coração e fazer a vontade do Pai. Intercedei junto ao Pai pela paz no mundo e em nossas famílias. Abençoai todos os vossos filhos e filhas enfermos. Iluminai nossos governantes e representantes, para que sejam sempre servidores do grande povo de Deus. Concedei-nos ainda muitas e santas vocações religiosas, sacerdotais e missionárias para a maior difusão do reino de vosso Filho Jesus Cristo. Enfim, derramei nos corações dos vossos filhos e filhas a Vossa bênção de amor e misericórdia. Sede sempre o nosso Perpétuo Socorro na vida e principalmente na hora da morte. Amém.